Notícia

Ampliação do acesso da cachaça brasileira ao mercado australiano
O governo brasileiro recebeu com satisfação o anúncio feito pelo governo australiano, no último dia 19 de março, acerca da flexibilização de norma alfandegária que limitava a entrada de cachaça brasileira naquele país.

Para que bebidas destiladas à base de cana-de-açúcar, como a cachaça, ingressassem no mercado da Austrália, era necessário que passassem por processo de envelhecimento em barril de madeira por, no mínimo, dois anos, exigência que não condizia com a tradicional produção da cachaça não envelhecida no Brasil.

A fim de garantir acesso ao mercado australiano, o governo brasileiro promoveu negociações com a Austrália em âmbito bilateral, em encontros de altas autoridades e por meio de gestões da Embaixada em Camberra, e na OMC.

Ampliam-se, dessa forma, as oportunidades de negócios para os produtores e exportadores brasileiros de cachaça no mercado australiano. Em 2023, o Brasil exportou mais de US$ 20 milhões em cachaça para cerca de 100 países.
Autor: Ministério da Agricultura
Fonte: Portal do Ministério da Agricultura
21/03/2024